terça-feira, 30 de dezembro de 2014

NÃO SEI MAIS SER, SEM DEIXAR MORRER A MIM MESMA!




Lamento, desabafo de uma mulher esgotada, aflita, entristecida, esvaziada...
 
''Senhor, não sei mais ir, não sei mais chegar; não sei mais viver; não sei mais ser, sem deixar morrer a mim mesma na cruz predestinada por Ti.
 
Amado, compassivo Senhor, me livra de mim mesma!''




ORAÇÃO PURITANA


''Quando queres guiar-me, controlo a mim mesmo,
 
Quando queres ser soberano, governo a mim mesmo,
 
Quando queres cuidar de mim, sou autossuficiente,
 
Quando deveria depender da tua provisão, abasteço a mim mesmo,
 
Quando deveria submeter-me à tua providência, sigo a minha vontade,
 
Quando deveria estudar, amar, confiar em ti, sirvo a mim mesmo;
 
Negligencio e corrijo tuas leis conforme as minhas conveniências,
 
Em lugar da tua quero a aprovação do homem, e sou por natureza um idólatra.
 
Senhor, meu principal objetivo é voltar meu coração novamente a ti.
 
Convence-me de  que não posso ser meu próprio deus, ou fazer feliz a mim mesmo, nem meu próprio Cristo para restaurar a minha alegria, nem meu próprio Espírito para ensinar, guiar  e controlar a mim mesmo.
 
Ajuda-me a ver que a graça faz isto mediante a aflição providencial, pois quando o meu deus é o meu crédito, tu me humilhas; quando as riquezas são o meu ídolo, tu as dispersas; quando o prazer é o meu tudo, tu te transformas em amargura.
 
Remove o meu olhar cobiçoso, ouvido curioso, apetite voraz, coração lascivo;
 
Mostra-me que nenhuma dessas coisas pode curar uma consciência ferida, ou suportar uma estrutura arruinada, ou apoiar um espirito que se afasta.
 
Leva-me então à cruz e deixa-me nela''.
 
 

(Extraído:  Benett; A. ''Man a Nothing'', em The Valley of Vision: A Colection of Puritan of  & Devotions.  Carlisle: The Banner of Truth Trust, 1975, p. 91.)
















EU FUI...


 
 
 
Eu, Aimara, fui co-participante, mantenedora e vítima dessa Teologia insana, corrupta, decadente e funesta!
 
Que adora a si mesmo, se entroniza no altar e se faz de deus no lugar de Deus; e invés de adorar Cristo Jesus, adora o seu reflexo, sempre em busca de mais, da imagem mais irresistível, próspera e mundana.
 
Graças as inesgotáveis misericórdias de Deus; Ele me salvou dessa Teologia; me livrou de continuar praticando tamanhas iniquidades diante do Seu altar e perante a Sua santidade; a partir daí deixei de ser uma idólatra e  de adorar o deus do meu ventre e do mundo.
 
Para sua reflexão e aprimoramento:
 
 



''Cansado de teologia. É assim que me sinto. Cansado de ver um povo enganado, iludido, "declarando" e "profetizando" prosperidade. Cansado de ver tanta gente "bradando aos céus", "exigindo" e "cobrando" de Deus por promessas que o Todo Poderoso nunca fez. Durante nove anos vivi no meio de pessoas que "exalavam" fé. Uma fé sem resultados. Uma fé inútil.

Vi pessoas que não tinham dinheiro nem para pagar o ônibus que os levavam até a "igreja". E foram essas mesmas pessoas que deram a seus líderes dinheiro suficiente para comprar carros blindados e mandar os filhos estudarem no exterior.

Quanta incoerência! Enquanto esses líderes pregavam a tal "teologia" que os tiraria da crise financeira, as pessoas continuavam vivendo a mesma vida de dificuldades, e muitas vezes, com um certo "ressentimento" para com Deus, que não cumpria com aquelas promessas que saiam do púlpito.

Vi gente preocupada em combater o gafanhoto, sem perceber que este se apresentava com a bíblia na mão sobre o altar.

Em todos esses anos, vi uma teologia cheia de facilidades. Onde a porta larga conduzia ao céu e a estreita à perdição. Vi uma teologia onde o Espírito Santo fazia de tudo: fazia pessoas caírem no chão, rirem descontroladamente, falarem em línguas "estranhas"; só não fazia uma coisa: gerar arrependimento para santificação.

Vi ainda apóstolos. Auto-entitulados. Os que não eram auto-entitulados, foram ordenados por homens que eram. Vi homens se dizerem íntegros e "de probidade", mas eram corruptos e endemoninhados.

Conheci uma teologia que nos fez "deuses". Conheci uma teologia de mentiras, de palavras que voltam vazias, de profecias que não se cumprem nunca.

Conheci uma teologia de emocionalismos. De música de fundo na hora da oração que leva a emoção; De voz trêmula para gerar o choro; de teatro, de frases mentirosas como: "Eu sinto a presença de Deus", quando o que realmente se sentia era o desejo de manipular as pessoas.

Conheci uma teologia de orgulho e soberba. Uma teologia de homens que se diziam ser donos da verdade. Conhecedores da "revelação completa".

Conheci uma teologia que subestima os reformadores. Afinal, sua "doutrina" é superior.

João 10:10 - “O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”.

Conheci a teologia criada pelo Demônio. A teologia que rouba o povo de Deus, mata os sonhos e destrói a confiança no Evangelho.

O mais triste, é que eu fui mais uma vítima desta teologia.

I Timóteo 4:1,2 - “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência”.

DEUS ME SALVOU DESSA TEOLOGIA.

Hoje, vivo a Teologia da verdade. A Teologia bíblica. A Teologia que não acrescenta nada a Palavra.
 
Vivo a verdadeira Teologia da Graça. A Teologia que não cobra nada de Deus. Pede pela "Sua misericórdia". Vivo a Teologia do Pai Nosso, a Teologia do arrependimento diário. A Teologia da gratidão a Deus. Hoje, vivo a Teologia que ao invés de buscar a bênção, busca o abençoador. Hoje, vivo uma Teologia que não distorce as Escrituras. Vivo a Teologia de Deus.

Pr. Walker R. da Cunha.

Ex- pastor Neo-pentecostal
(por motivos óbvios).''










 



terça-feira, 23 de dezembro de 2014

A ROSA DE SAROM, AMOR DE CRISTO!

[rosa+de+sarom.jpg]
 
 
 
Desejo e oro, que em 2015, as lágrimas dos Santos escorram e irriguem os vales das desolações dos aflitos, dos cansados, dos desvalidos...brotando, a Rosa de Sarom, amor de Cristo no coração de todos os seres humanos.
 
 
 
 
 ''Eu sou a rosa de Sarom, o  lírio dos vales''. (Cantares de Salomão 2:1)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 20 de dezembro de 2014

O AMIGO IMPORTUNO!




''Amar é servir o amigo importuno sem postergar à ajuda"
 
 
 
 
''A amizade só é verdadeira quando une pessoas ligadas a ti pelo 'amor derramado em nossos corações pelo Espírito Santo, que nos foi dado ' [Rm 5.5]''  (Agostinho de Hipona)
 
 
 
Disse-lhes também: Qual de vós terá um amigo, e, se for procurá-lo à meia-noite, e lhe disser: Amigo, empresta-me três pães,

Pois que um amigo meu chegou a minha casa, vindo de caminho, e não tenho que apresentar-lhe;

Se ele, respondendo de dentro, disser: Não me importunes; já está a porta fechada, e os meus filhos estão comigo na cama; não posso levantar-me para tos dar;

Digo-vos que, ainda que não se levante a dar-lhos, por ser seu amigo, levantar-se-á, todavia, por causa da sua importunação, e lhe dará tudo o que houver mister. (Lucas 11:5-8)

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

COMO ENCONTRAR UMA MINA!

 
 

Avaliar a caminhada espiritual de um cristão com Deus, pelo que ele fala, escreve, prega, apregoa veemente --é como encontrar uma mina (com uma placa que avisa a sua existência)--entretanto quando chega no local constata o engodo, sem encontrar nenhum resquício de ouro no seu interior!
 
 
 
''Todo homem que vai à terra do conhecimento celestial precisa conquistar seu caminho para lá, mas precisa conquistá-lo pela força do Espírito Santo ou chegará  a alguma ilha do mar da imaginação e nunca alcançará as terras sagradas da verdade''. (C. H. Spurgeon)
 
 
 
 
 
 
 
 
 

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

A GRAÇA SENDO VENDIDA E SENDO A DESGRAÇA PARA OS (AS) VIS COBIÇOSOS(AS)!

 
 
 
 
 
Feche os olhos, imagine que você está ao lado do Seu amado Mestre Jesus, e se indigna terrivelmente com o que presencia no templo(na igreja), não daquela época, mas de agora. O quê você enxerga?

Hipocrisias, heresias, mentiras, cobiças, comércio aprovado e permitido com a anuência de todos os membros, troca de favores, holofotes, shows, mega produções, pop-estrelas, arrogâncias, acepção de pessoas, gritarias, etc ? Quem dá mais? Quem dá mais oferta em dinheiro, em joias,  em cima da Bíblia Sagrada? Afinal o quê enxerga?


A graça sendo vendida e sendo a desgraça para os(as) vis cobiçosos(as)!

Pare. Dê uma pausa,  pense um pouco, e desta vez, faça diferente, você é ''aquele (a)'',  a quem, o Senhor se ira, e o(a) expulsa do templo(igreja). Você clama, clama por Sua presença, Sua atenção: e Ele te diz: '' Nunca te conheci, apartai de mim, você que pratica intermitentemente iniquidades''. (paráfrase pessoal de Mateus 7:21-23)

Medite:  Salmos 69:9; Marcos 11:15-18; Lucas 19:45-46;  e nestas palavras de  um homem de Deus: A. W.Pink:

''Não vá a igreja apostata! Não lhe dê apoio moral e financeiro, pois tu terás de prestar contas a Deus por isso. Ou seja, por financia o falso Evangelho''.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 6 de dezembro de 2014

SEM NENHUMA VIGILÂNCIA, NUM NINHO DE SERPENTES

 
 
 
Reincidir num mesmo delito e iniquidade é como se você passeasse calmamente, sem nenhuma vigilância, num ninho de serpentes;  sem  receio de ser picado novamente, entretanto,  dessa vez, o veneno pode ser fatal, letal.
 
 
 
''Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.

Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência.

Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte''. (Tiago 1:13-15)

''Um pequeno vazamento afundará um navio, e um único pecado destruirá um pecador''. (John Bunyan)
 
 
 
 
 
 
 
 
 

EXISTEM VALORES IMPRESCINDÍVEIS RETRATADOS E NARRADOS NA PALAVRA DE DEUS





Existem valores imprescindíveis retratados e narrados na Palavra de Deus--amor, amizade, bondade, integridade, fidelidade e honestidade-- pilares e alicerces preciosos que permeiam e estruturam harmoniosamente os relacionamentos interpessoais.  E eles jamais podem ser negligenciados, suprimidos ou negociados devido a cobiça e a vileza da traição; assim como agiu tão deslealmente Judas Iscariotes  com seu amigo e amado Mestre Jesus Cristo.




E logo, aproximando-se de Jesus, disse: Eu te saúdo, Rabi; e beijou-o.

Jesus, porém, lhe disse: Amigo, a que vieste? Então, aproximando-se eles, lançaram mão de Jesus, e o prenderam. (Mateus 26:49-50)








A PIOR ILUSÃO

 




A pior ilusão que o ser humano pode nutrir, dentro de si, é pensar que pode ser feliz longe do amor de Deus; rejeitando o precioso sacrifício de Cristo; entristecendo e afugentando o Espírito Santo para bem longe da sua presença insana.
 
 


''Desmascarar ilusões vinte e quatro horas por dia é mais difícil do que podemos pensar''. (Henry Nouwen)

''Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa o pecado''. (Romanos 4:8)
                                                                                                         











O SOFRIMENTO É O MESTRE QUE TE ENSINA, AO MESMO TEMPO, TE REPROVA...

 
 
 
O sofrimento é o mestre que te ensina, ao mesmo tempo, te reprova na disciplina mais árdua de aprender e assimilar--a sabedoria--quando você pensava que já estava expert, aprimorada, aprovada e diplomada!
 
 
 
 
''O sofrimento é o megafone de Deus para um mundo ensurdecido''. (C. S. Lewis)
 
''Tudo isto provei-o pela sabedoria; eu disse: Sabedoria adquirirei; mas ela ainda estava longe de mim''.(Eclesiastes 7:23)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

FRUSTRAÇÕES: SUCESSIVAS AÇÕES MALOGRADAS E REAÇÕES DESCONTROLADAS!

 
 
 
 
Quando  era adolescente, eu tinha um costume um tanto inusitado, apreciava muito ficar observando as pessoas andando pelas ruas, elas indo e vindo numa velocidade tão eletrizante, tão absortas e apressadas. E eu ficava, observando-as demoradamente e,  pensando...''Como elas viviam?'', ''Quais seriam os seus sonhos?'', ''Quais seriam os seus pensamentos?'';  ao ponto de pensar que poderia ser como uma delas,  não ser mais eu, nem viver a minha vida...
 
Cresci, amadureci, deixei de ter esse costume estranho e mudei os meus pensamentos; comecei a aceitar e apreciar quem eu sou realmente, vivendo, a medida do possível, a vida que se descortina diante de mim. Mas é normalíssimo admirarmos uma outra pessoa, e até almejarmos ser parecida com ela,  quanto as suas virtudes e as suas qualidades, como por exemplos, gostaria muito me assemelhar a alguns homens de Deus (David Brainerd e Charles Haddon Spurgeon). Os testemunhos de vida deles são estupendos, mas o melhor é  que eles nutriam uma comunhão íntima com Deus; e o quanto eles se dedicaram e sacrificaram as suas vidas em prol da expansão do Reino de Deus,  e a  serem  moldados e parecidos ao seu Mestre Senhor Jesus.
 
Entretanto, quando isso não ocorre, quando você tenta e não consegue o seu maior objetivo, ser quem você deveria ser, cumprindo o propósito de vida que Deus te criou para ser e viver??
 
Fiquei meditando sobre esse assunto, e percebo que quando isso ocorre a tendência a pessoa ficar frustrada consigo mesma, e consequentemente, com  as suas tentativas, ações malogradas, para tentar ser o que mais almeja. Deixando de lado a confiança em Deus, e tentando por sua própria força alcançar o seu objetivo. Continuei meditando e busquei na Bíblia, qual seria a pessoa mais frustrada relatada na Palavra de Deus,  não demorei muito e encontrei a resposta,  e quero compartilhar com vocês as ações malogradas e as reações descontroladas dessa pessoa.
 
Ele era jovem, belo, alto, corpo escultural, era amado por seu pai; sendo agraciado por Deus com um futuro promissor que ele jamais imaginava, ele foi escolhido para ser o primeiro rei de Israel, conduzir o seu povo com sabedoria e também livrá-lo dos seus inimigos ferrenhos filisteus. Ele ainda muito boquiaberto e assustado, não demonstrando muita alegria,  nem  acreditando no que estava escutando,'' as Boas Novas,'' que o profeta Samuel inicialmente começou a lhe dizer...
 
Então respondeu Saul, e disse: Porventura não sou eu filho de Benjamim, da menor das tribos de Israel? E a minha família a menor de todas as famílias da tribo de Benjamim? Por que, pois, me falas com semelhantes palavras? (1 Samuel 9:21-grifo meu)
 
As palavras proferidas por ele, não foram de humildade, apesar da aparência delas, por todos os atos praticados por ele no porvir. Essas palavras já prenunciavam que Saul era um homem insatisfeito com a sua vida, e não apreciava ser o que ele era, nem tampouco, se alegrava com a sua descendência  familiar. Mas também jamais tinha sonhado ou ambicionado ocupar um cargo tão proeminente. Ele não poderia fugir de tal incumbência vinda de Deus, inclusive ele foi revestido de poder do Alto, o Espírito Santo o acompanhava, e o inspirava imediatamente após ser ungido por Samuel.
 
Sucedeu, pois, que, virando ele as costas para partir de Samuel, Deus lhe mudou o coração em outro; e todos aqueles sinais aconteceram naquele mesmo dia.

E, chegando eles ao outeiro, eis que um grupo de profetas lhes saiu ao encontro; e o Espírito de Deus se apoderou dele, e profetizou no meio deles. (1 Samuel 10:9-10)
 
Mas mesmo assim, ele não conseguia ser um homem de Deus, um servo cordato e temente, um rei sábio que deveria obedecer os Seus santos desígnios; ele errou, se rebelou, tentou ludibriar, esconder  as suas intenções de auto-suficiência, orgulho e soberba diante de Deus.  E o pior, no auge da sua maior frustração, loucura, ele ainda cometeu o sacrilégio, consultando uma pitonisa de En-Dor, para ela invocar o morto, o profeta Samuel, por não mais ouvir a voz de Deus, nem em sonhos, nem por Urim, nem por profetas..(1 Samuel 13:8-14;  1 Samuel 15:1-35; 1 Samuel 28:1-25)
 
A sua vida foi uma sucessão de frustrações, ações malogradas e reações descontroladas, sob o jugo intenso e persistente de Satanás. E ele não conseguiu se libertar, nem conviver com esses sentimentos, e se agravou terrivelmente quando conheceu Davi, o homem que ele tanto queria ser e nunca foi; o rei Saul começou a nutrir uma inveja terrível dele ao ponto de querer matá-lo e persegui-lo pelo resto da sua vida. Tudo começou apenas por ouvir mulheres dançando, cantando e elogiando as performances de Davi. ( 1 Samuel 18:7-9)
 
E é triste ler na Bíblia todo o drama desse homem, que na verdade, ainda era um menino frustrado e assustado, que jamais cresceu, nem nunca assumiu a sua verdadeira essência de ser um verdadeiro homem de Deus, um humilde servo, se aceitando com suas limitações e imperfeições, mas mesmo assim sendo usado grandiosamente por Deus, e dependendo completamente dEle, ouvindo a voz do  Espírito Santo e permitindo ser guiado por ele. E infelizmente ele nunca permitiu que isso ocorresse, mesmo que tivesse alguns nuances de lucidez que estava agindo muito mal em perseguir e tentar matar, de todas as maneiras, um homem inocente que nunca fez nada de mal a ele, sempre o honrou, sendo fiel, digno,  e prestando serviços ao seu reino, até abdicando do direito de se vingar e matá-lo por duas vezes; Davi sempre reconheceu e respeitou a sua autoridade,  dele ser um ungido de Deus.
 
E sucedeu que, acabando Davi de falar a Saul todas estas palavras, disse Saul: É esta a tua voz, meu filho Davi? Então Saul levantou a sua voz e chorou.

E disse a Davi: Mais justo és do que eu; pois tu me recompensaste com bem, e eu te recompensei com mal.

E tu mostraste hoje que procedeste bem para comigo, pois o Senhor me tinha posto em tuas mãos, e tu não me mataste. (1 Samuel 24:16-18)

Então disse Saul: Pequei; volta, meu filho Davi, porque não tornarei a fazer-te mal; porque foi hoje preciosa a minha vida aos teus olhos; eis que procedi loucamente, e errei grandissimamente. (1 Samuel 26:21)

Mas mesmo assim, ele continuou com sua vida frustrada e desequilibrada, sem se arrepender, e teve um final trágico,  acabou morrendo, junto com seus três filhos, de uma maneira cruel e desonrosa; cometendo suicídio, para seus inimigos não o matassem; mesmo assim teve sua cabeça decepada e exposta no muro de Bete-Sã, para os regozijos e os escárnios dos seus inimigos filisteus. (1 Samuel 31:1-10)
 
Deem uma pausa, pensem, o quanto é importante entregarmos as nossas frustrações, os nossos castelos de areia (sonhos) que ruíram a Deus. E o mais importante, reconhecermos quem realmente somos, e termos aceitação em convivermos com esse barro ainda disforme, mas mesmo assim, amado por Deus. Um vaso que está sendo moldado incansavelmente por Ele, dia após dia, apesar das nossas inabilidades e frustrações. Creiam, tenham paciência consigo mesmos(as),  vocês serão vasos de honra, mas sempre o poder, a honra e a glória será de Deus!
 
 
Porque certamente acabará bem; não será malograda a tua esperança.  (Provérbios 23:18)
 
Mas agora, ó Senhor, tu és nosso Pai; nós o barro e tu o nosso oleiro; e todos nós a obra das tuas mãos. (Isaías 64:8)
 
 ''Presente: a parte de eternidade que assinala a divisão entre o domínio de frustração e o reino da esperança''. (Ambrose Bierce)
 
 
Deixo para vocês um vídeo de uma pregação do Pastor e Teólogo Ed René Kivitz que aborda sobre esse tema de uma maneira bem diferente e edificante. Espero que apreciem!
 
 










sábado, 29 de novembro de 2014

BENDITA, INEXPLICÁVEL E INARRÁVEL DIFERENÇA!

 
 
 
Suas amigas a indagaram, querem saber as respostas: ''afinal o que você viu de especial nele?''; ''qual é a diferença entre ele e qualquer outro homem que você conhece ou já conheceu?''
 
Bendita, inexplicável e inarrável diferença!
 
Amor é uma flor de cactus que desabrocha na aridez do deserto; manancial de deleites, saciando totalmente a sede do sedento! 
 
 
 

Que é o teu amado mais do que outro amado, ó tu, a mais formosa entre as mulheres? Que é o teu amado mais do que outro amado, que tanto nos conjuras? ( Cânticos de Salomão 5:9--grifo meu)









 
 
 
 
 
 

SEJA FEITA A SUA VONTADE!

 
 
 
O Rei clama humildemente ao SENHOR; cordato aceita que seja cumprido o Seu santo desígnio, seja feita a Sua vontade. Os soberbos subalternos murmuram, gritam, exigem, ordenam que sejam feitas as suas maiores vontades, atendidos os seus intermináveis caprichos!
 
 
 
Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. Lucas 22:42
 
 
 
 
 
 



 
 
 
 
 
 
 

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

A VERDADE REVELADA E DELINEADA...

 
 
 
A miopia de nossa incredulidade nos impede de enxergar com clareza a verdade revelada e delineada com extrema perfeição na Palavra de Deus--O Seu Propósito Soberano sendo concretizado inexoravelmente; independentemente da nossa anuência, participação ou crença!
 
 
 
''Deus escreve com letras grandes demais
 
Para que nossa curta visão entenda;
 
Vemos pequenos traços e tentamos
 
Compreender todo o mistério
 
De esperanças mortas, da morte, da vida,
 
Da guerra sem fim, das disputas inúteis--
 
Mas lá, com uma visão maior, mais clara,
 
Vivemos isto--Seu modo estava certo''.
 
(John Oxenham)






 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

NOSSOS SEGREDOS

 
 
 
Desde a sua tenra idade, uma criança pode guardar um segredo, e confiar em alguém, desabafar e revelar o seu teor. Eu, quando era pequena, tinha um segredo e quis compartilhá-lo com minha irmã mais velha: eu quebrei  um vaso de minha mãe que ela apreciava muito, e fiquei com receio da sua reação explosiva, então além de contar o meu segredo, maior traquinagem,  pedir a minha irmã que me ajudasse a escondê-lo, ela concordou, pensei que estava segura e livre da consequência do meu ato desastroso. Mas não foi isso que ocorreu, passou um certo tempo, e minha mãe descobriu o nosso esconderijo e lá estava o seu vaso quebrado, começou a reclamar e querer saber quem tinha sido responsável por isso, e eu, infelizmente por medo e muita covardia, invés de assumir a meu erro coloquei a culpa em minha irmã que tanto tinha me ajudado. Minha mãe além de reclamar com ela, ainda bateu nela, mesmo dizendo a verdade que não tinha sido ela, minha mãe não acreditou no que minha irmã estava revelando. Foi um acontecimento marcante, que minha irmã mesmo sendo adulta ainda se lembrava do ocorrido, e eu tive de pedir desculpas a ela pelo meu ato tão indigno e injusto quanto a sua pessoa no passado.
 
Eu cresci, invés de revelar meus pequenos segredos a alguém, preferia escrever e revelá-los nos meus diários, aquele primeiro amor platônico que ninguém tinha conhecimento, o primeiro pedido de namoro, e vários outros acontecimentos marcantes, que eu guardava só pra mim. Algumas vezes, eu escrevia em códigos, outras vezes abertamente, pensei que estava segura e que jamais as minhas intimidades seriam violadas, e os segredos revelados. Entretanto, um dia,  minha mãe resolveu ler um dos meus diários, e contou o teor dele a meu pai e as minhas irmãs. Fiquei completamente entristecida com a atitude dela, mas admirei a atitude de meu pai, que jamais me perguntou se era verdade ou não o que foi revelado.
 
Só para complementar e explicar, na época desses acontecimentos, nem eu, nem meus pais, nem minhas irmãs éramos cristãos,  e nem professávamos a fé em Cristo Jesus; senão teria sido evitado tantos segredos não revelados da minha parte, e também das atitudes e das reações minhas e  dos meus familiares. Obviamente eles também nutriam inúmeros segredos não confessados.
 
Continuando a abordar sobre esse tema,  cito um pensamento do escritor Charles Dickens que talvez consiga resumir a  sua complexidade: ''Toda criatura humana constitui profundo segredo e mistério para todas outras''.
 
A vida de Charles Dickens, pode servir de um excelente parâmetro, para eu discorrer sobre esse assunto,  pois ele tinha um segredo que tentou esconder, primeiro da sua esposa, dos seus filhos e dos seus familiares,  depois dos seus leitores e  da sociedade tradicional inglesa. Ele tinha uma amante, uma jovem atriz de apenas 18 anos, que ele teve um torrencial relacionamento durante todo resto da sua vida; mesmo depois de ter se separado da sua esposa, ele nunca assumiu publicamente esse amor clandestino. E viveu tentando ocultar, encobrir um segredo que todos já tinham conhecimento há muito tempo. Espero que ele não tenha morrido  pensando que poderia esconder esse segredo de Deus; sem a confissão, o arrependimento e a devida absolvição dos seus pecados.
 
Porventura não esquadrinhará Deus isso? Pois ele sabe os segredos do coração. (Salmos 44:21)
 
Na bíblia, temos alguns exemplos de pessoas que nutriam alguns segredos nos seus corações, e que  insanamente tentaram esconder dos homens, e o pior de Deus, mas sofreram terríveis consequências e punições por tentarem  ludibriar ao Senhor. Entre elas, o rei Davi que tentou esconder os seus segredos, o adultério com Bate-Seba  e de ser o mandante do assassinato do seu esposo Urias. Mas ele foi advertido por Natã que sofreria as devidas punições, as consequências  pelos seus vis atos. 
 
Assim diz o Senhor: Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol.

Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol. (2 Samuel 12:11-12)
 
Acã  nutria um segredo no seu íntimo que ocasionou consequências para seu povo, mortes, derrotas diante dos seus opressores, punições à pessoas inocentes devido a sua cobiça e  a sua rebelião, em não obedecer as ordens de Deus, e se apossar  indevidamente dos despojos dos seus inimigos, e ainda escondê-los na terra, por baixo dela,  no meio da sua tenda. (Josué  6:17-19; 7:1-5). Precisando ser confrontando por Josué para finalmente revelar o seu segredo.  Foi o último segredo que ele nutriu no seu íntimo, pois ele foi apedrejado com pedras, junto com seus familiares, com seus animais, e depois todos foram queimados, exterminados. (Josué 7:23-26) 
 
Então disse Josué a Acã: Filho meu, dá, peço-te, glória ao Senhor Deus de Israel, e faze confissão perante ele; e declara-me agora o que fizeste, não mo ocultes.

E respondeu Acã a Josué, e disse: Verdadeiramente pequei contra o Senhor Deus de Israel, e fiz assim e assim.

Quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata, e uma cunha de ouro, do peso de cinqüenta siclos, cobicei-os e tomei-os; e eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata por baixo dela. (Josué 7:19-21)
 
Ananias e Safira tinham um segredo terrível e compartilhado, e ambos pagaram muito caro por isso, eles perderam as suas vidas, pois tentaram enganar e ludibriar a Deus, mentindo ao Espírito Santo; não cumprindo  o que tinha proferido e prometido que iriam vender o seu terreno e doariam todo valor obtido a obra de Deus, a expansão do Seu Reino, a divulgação da Palavra da Salvação pelos apóstolos revestidos de poder e designados por Cristo Jesus. (Atos 5:1-10)
 
Sansão tinha um segredo, um segredo que ele guardava desde a sua tenra infância, que tinha sido revelado por seus pais a ele; e ele sabia que não poderia revelá-lo aos seus opressores, inimigos. Mas ele se deixou seduzir por Dalila, uma mulher astuciosa e infiel a ele, e revelou o seu segredo, o motivo da sua força estupenda, e amargou as duras consequências desse ato impensado, da desobediência a Deus, em se relacionar com um jugo desigual, uma mulher ímpia, que não professava a sua fé,  e  traiu a sua confiança revelando o seu segredo aos filisteus, rapando as sete tranças do seu cabelo, ele perdeu a sua força. E foi acometido de maiores sofrimentos e  de humilhações infligidas  pelos seus opressores--arrancaram-lhe os olhos, o encarceraram. (Juízes 16:4-21)
 
Concluindo as minhas reflexões sobre esse tema tão instigante, chego a conclusão que somos como baús compactos, fechados e,  repletos de segredos; entretanto, ocasionalmente o abrimos e mostramos uma pequena fresta a alguém que despertou a nossa confiança, estima e amor. Todavia a revelação deles é como uma luz forte e florescente que normalmente assusta, abala, comove, e sempre traz  reações, consequências imprevisíveis, a quem se torna cúmplice dos nossos atos após essas revelações.

Clamo e desejo que todos nós não sejamos insanos(as) de tentar esconder os segredos dos nossos corações ao nosso Pai amado;  provocando assim a Sua ira, as devidas e as merecidas punições.
 
 
 
Das trevas descobre coisas profundas, e traz à luz a sombra da morte. (Jó 12:22)

No dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Jesus Cristo, segundo o meu evangelho. (Romanos 2:16)












sábado, 15 de novembro de 2014

CUIDADO COM ESPÍRITO DE FALSIDADE




Cuidado com aqueles lobos vorazes que se disfarçam de cordatos, tementes e bondosos pastores de ovelhas. Cuidado com aqueles que menosprezam o sacrifício perfeito, o Sangue precioso de Cristo gratuitamente derramado profusamente em prol da absolvição dos nossos pecados.  Cuidado com aqueles que o transformam em vinho embriagante, e bastante oneroso, para inebriar e seduzir os incautos; intensificando e satisfazendo as suas cobiças, as concupiscências da carne e dos olhos.

Cuidado com espírito de falsidade que entorpece o seu entendimento, te afastando totalmente da verdade e da simplicidade do amor de Deus, no seu ápice máximo demonstrado no nascimento, na vida e na morte de Cristo.
 
Cuidado com as pregações e as profetadas proferidas por eles, impregnadas de mentiras, de heresias e de malignidades! Que não provém do Espírito de Deus, e sim, do espírito do engano!
 


Se houver alguém que, andando com espírito de falsidade, mentir, dizendo: Eu te profetizarei sobre o vinho e a bebida forte; será esse tal o profeta deste povo. Miquéias 2:11






 
 
 
 
 
 
 
 


ALGUMAS CENOURAS MAIS VELHAS

 
 
 
Ontem eu resolvi fazer uma limpeza na geladeira, observei que tinha algumas cenouras mais velhas,  e se as deixasse mais tempo lá , elas iam mofar, estragar. Sendo assim, resolvi cozinhá-las e preparar uma deliciosa salada de batata,  com cenoura e maionese. Mas antes disso ocorrer, eu  tive uma certa dificuldade de descascar as cenouras, elas estavam com as cascas muito duras, haja  paciência com essa minha incumbência, chega os meus dedos ficaram vermelhos, mas valeu a pena, pois observei que internamente as cenouras estavam bem moles e macias.
 
E como sempre, nas atividades, até monótonas e rotineiras, do meu dia a dia, o Espírito Santo me toca, me ensina, me alerta e exorta; e começou a fazer uma comparação entre as cenouras mais velhas e nós...Como assim, minha irmã, me explique?
 
Calma, tenha paciência, eu vou te explicar bem esmiuçadamente...em primeiro lugar, te peço que abra a sua bíblia em Provérbios 20, leia e releia apuradamente cada versículo dele, foi assim que eu também agir, e se detenha a ler ou até grifar os seguintes versículos:
 
Os propósitos do coração do homem são águas profundas, mas quem tem discernimento os traz à tona.
 
O espírito do homem é a lâmpada do SENHOR, e vasculha cada parte do seu ser. (Provérbios 20:5, 27)
 
Quer dizer, que o Espírito Santo nos compele e nos inspira a mergulharmos dentro de nós mesmos,  nos desnudando, enxergando a dura realidade ao nosso respeito, e permitindo que Ele nos limpe e  nos purifique de todas impurezas, algumas delas citadas em alguns versículos de Provérbios 20, como por exemplos:  a desonestidade, a cobiça, a mentira, o vício da bebida, costumaz embriagues, a preguiça, a fofoca, a maledicência, a leviandade, a ira, a contenda, a hipocrisia, a desobediência, a rebeldia e o desprezo contra o pai e contra a mãe.
 
As cascas duras são tiradas  e lançadas fora! Nessa busca interior profunda, não estamos isentos de dores e sofrimentos ao nos desgarramos desses lixos, cancros perniciosos acumulados dentro do nosso ser!
 
Os golpes e os ferimentos eliminam o mal; os açoites limpam as profundezas do ser. (Provérbios 20:30)
 
E depois somos agraciados com a linda descoberta, a semente divina que desabrocha dentro de nós, Cristo reina em nós, o Espírito Santo é nosso Amigo Fiel, o nosso parceiro nessa empreitada maravilhosa. Dentro de nós começa a eclodir o fruto dEle, igual internamente a maciez das cenouras. E se torna realidade em nós,  em nossos filhos, e em  nossos descendentes, as promessas de Deus.
 
O homem justo leva uma vida íntegra; como são felizes os seus filhos!
 
A bondade e a fidelidade preservam o rei; por sua bondade ele dá firmeza o seu trono. (Provérbios 20:7, 28).
 
Para finalizar, também capriche no preparo da sua salada! Não deixe as cenouras apodrecerem na sua geladeira! Leia a Palavra de Deus! Permita escutar a voz suave e macia do Espírito Santo sussurrando, te tocando, te ensinando, te alertando, te exortando, e o melhor te amando intensamente!
 
Obrigada, querido e amado Amigo Fiel, por mais uma lição graciosa ofertada!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

terça-feira, 11 de novembro de 2014

ATOS DE COMPAIXÃO





Continuo escrevendo e ressaltando, desta vez, atos de compaixão de um estrangeiro ao seu próximo. E estes atos foram praticados por Ebede-Meleque, o etíope, oficial do palácio real  que demonstrou compaixão  ao tratamento injusto infligido ao profeta Jeremias, e intercedeu por ele junto ao rei Zedequias que o mandasse retirar de dentro da cisterna; no local não havia água, só lama,  pois se ele continuasse lá, nesta condição precária, atolado na lama completamente, ele poderia vir a morrer.
 
E, ouvindo Ebede-Meleque, o etíope, um eunuco que então estava na casa do rei, que tinham posto a Jeremias na cisterna (estava, porém, o rei assentado à porta de Benjamim),
 
Logo Ebede-Meleque saiu da casa do rei, e falou ao rei, dizendo:

Ó rei, senhor meu, estes homens agiram mal em tudo quanto fizeram a Jeremias, o profeta, lançando-o na cisterna; de certo morrerá de fome no lugar onde se acha, pois não há mais pão na cidade. Jeremias 38:7-9

Por sua atitude corajosa e compassiva, o rei atendeu o seu pedido, e mandou que ele o retirasse da cisterna com trinta homens. Sempre que damos um passo de fé, em prol do bem, em benefício do próximo; o Senhor toca o coração do opressor e dá livramento ao seu servo. Não importa quem  ele usa  para cumprir os Seus desígnios e preservar com vida os justos. Jeremias 38:10-13
 
Ebede-Meleque  demonstrou com suas atitudes ter discernimento espiritual em perceber a verdade revelada pelas palavras de um verdadeiro profeta de Deus: Jeremias. E também demonstrando um profundo respeito por suas palavras que representavam e revelavam a soberana vontade do Senhor.  E por todo seu comportamento, a sua confiança e o seu modo de agir; ele foi recompensado por Deus.
 
 
Vai, e fala a Ebede-Meleque, o etíope, dizendo: Assim diz o Senhor dos Exércitos, Deus de Israel: Eis que eu trarei as minhas palavras sobre esta cidade para mal e não para bem; e cumprir-se-ão diante de ti naquele dia.

 A ti, porém, eu livrarei naquele dia, diz o Senhor, e não serás entregue na mão dos homens, a quem temes.

 Porque certamente te livrarei, e não cairás à espada; mas a tua alma terás por despojo, porquanto confiaste em mim, diz o Senhor. Jeremias 39:16-18








SERVO LEAL!

 
 
 

Eu amo ler a Bíblia e meditar na Palavra de Deus; me deleito em perceber o grandioso amor do Pai amado revelado em pequenos detalhes, que muitas vezes, podem passar despercebidos dos leitores mais apressados e ávidos, que se detêm mais a ler sobre as vidas e os atos dos profetas, dos apóstolos, dos heróis da fé,  e passa despercebido a vida e ato ímpar de um anônimo. Mas isso não ocorre com o Senhor, o quanto Ele é gentil, atencioso e afetuoso, através do Seu glorioso Espírito Santo que inspirou os homens de Deus a não se esquecerem e  a deixarem registrados os atos dignificantes  praticados por estrangeiros.
 
Quero exaltar nesta mensagem o ato de lealdade praticado por Itai, o giteu ao rei Davi; quando ele estava fugindo de seu filho Absalão, que insurgiu contra a sua autoridade, almejando usurpar o seu reinado, inclusive angariando adeptos desta rebelião contra ele. Então propôs ao seu servo estrangeiro (Itai) que ele voltasse com seu povo, e ficasse servindo ao rei, e não fugisse com ele. Mas ele foi surpreendido com as palavras tão tocantes e sinceras de Itai. que não quis atender a sua determinação, e o seguiu, correndo todos os riscos, os perigos desta empreitada, fuga, não só ele, como o seu povo, os giteus. E também demonstrando temor e reverência a Deus. (2 Samuel 15:13-20)
 
Respondeu, porém, Itai ao rei, e disse: Vive o SENHOR, e vive o rei meu senhor, que no lugar em que estiver o rei meu senhor, seja para morte seja para vida, aí certamente estará também o teu servidor.

Então Davi disse a Itai: Vem, pois, e passa adiante. Assim passou Itai, o giteu, e todos os seus homens, e todas as crianças que havia com ele. 2 Samuel 15: 21-22

Eu fiquei muito comovida com as atitudes e as palavras de Itai, o giteu; pois creio que nos momentos árduos, de tribulações, de perseguições e  de sofrimentos, que realmente percebemos e reconhecemos quem são os (as) nossos (as) verdadeiros(as) amigos(as) e servos(as). Quem pratica o desprendimento, a lealdade,  e fica ao nosso lado até o fim; reproduzindo e praticando o amor  de Cristo por todos nós. Ele também amou os Seus discípulos, amigos e seguidores até o fim. (João 13:1)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

EU SOU O SENHOR QUE TE SARA




Paciência, muita paciência, enquanto você caminha em terra árida, agreste e seca. Evite murmurar, não profira palavras insanas que demonstrem a sua falta de fé, gritante incredulidade, durante a travessia momentânea no deserto.  Não seja rebelde, não provoque a ira de Deus. Enxergue com os olhos espirituais a verdadeira situação em que se encontra. (Êxodo 15:22-24)
 
Eu compreendo que a situação é  dolorosa demais; a sua visão se turba, o entendimento se obscurece, e você só pensa no Egito, no seu passado. Imaginando  as migalhas legadas pelo seu opressor, que o (a) tinha como refém e súdito (a) do seu reinado corrupto e decadente.
 
Lembre-se,   Deus te prova na situação vigente; se você ama as bênçãos ou ao seu Galardoador e Abençoador. Se você confia nEle e na Sua Palavra. Nunca esqueça, as Suas promessas tão fartamente reveladas...  
 
Ele pode mudar a sua situação brevemente, de um mero arbusto lançado nas águas amargosas, elas podem se transformar em doçuras para o seu deleite e a sua alegria. (Êxodo 15:25). E logo mais, Ele pode te surpreender com uma visão de fartura e êxtase; muito além do que você imaginava, sonhava e clamava.
 
Então vieram a Elim, e havia ali doze fontes de água e setenta palmeiras; e ali se acamparam junto das águas. ( Êxodo 15:27)
 
Medite neste versículo abaixo em momentos  calamitosos, de tentações e provações, repletos de dificuldades e de penúrias. O Senhor te ama; o Senhor te cura; o Senhor te acolhe e suprirá todas as suas necessidades!
 
Seja crente temente, obediente,  adorador(a)!

E não descrente, desobediente, idólatra, rebelde, murmurador(a)!
 
 
E disse: Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o Senhor que te sara. (Êxodo 15:26)
 
 
 
 
 
 
 






sábado, 8 de novembro de 2014

NUMA LUZ QUE TREMULA NAS TREVAS



 
A soberba (o mal) sempre tem companhia, angaria amizades, aplausos, anuências; entretanto,  a humildade (o bem), se revela no anonimato, numa luz que tremula nas trevas. Numa total solicitude, despreendimento, abnegação e serviço, que na maioria da vezes, passa despercebido todo amor de Cristo legado, doado e compartilhado aos desvalidos, bem longe dos palanques, palcos, púlpitos e holofotes.
 


''Oh, que eu possa ser uma chama ardente a serviço do Senhor. Eis-me aqui, Senhor, envia-me a mim; envia-me para os confins da terra... envia-me para longe de tudo que possa ser chamado de conforto terreno; envia-me para a própria morte se for a Teu serviço e para promover o Teu reino". (David Brainerd)