sábado, 18 de fevereiro de 2017

A MAIS BELA FLOR, A FLOR DE UMA VERDADEIRA AMIZADE


 


 




''Feliz é aquele que encontra no seu jardim, a mais bela flor, a flor de uma verdadeira amizade;

Uma amizade rara, única e fiel, que mesmo diante das maiores procelas da vida, ela continua firme e intacta.

 



''Sucedeu que, acabado Davi de falar com Saul, a alma de Jônatas se ligou com a de Davi; e Jônatas o amou como à sua própria alma.''
 
Jônatas e Davi fizeram aliança; porque Jônatas o amava como à sua própria alma.
 
Despojou-se Jônatas da capa que vestia e a deu a Davi, como também a armadura, inclusive a espada, o arco e o cinto.''
 
(1 Samuel 18: 1,3,4)
 
 
''Como o ferro com o ferro se afia,
assim, o homem, ao seu amigo.
 
Como na água
o rosto corresponde ao rosto,
assim, o coração do homem, ao homem.''
 
(Provérbios 27:17,19)
 
 
Para reflexão e aprimoramento...
 
 

18 DE FEVEREIRO


 
 



Reagindo contra o desespero



Levantai-vos, vamos!
 
(MATEUS 26:46).


No jardim do Getsêmani  os discípulos foram dormir quando deveriam ter permanecido acordados, e quando perceberam o que tinham cometido, caíram em desespero. A percepção de termos feito algo irreversível tende a nos desesperar. E quando dizemos: ''Bem, está tudo acabado e arruinado agora; nem adianta tentar mais nada.''. Se imaginamos que este tipo de desespero é uma exceção, estamos enganados. Essa é uma situação muito comum à experiência humana. Todas as vezes que percebemos que não tiramos vantagem de uma magnífica oportunidade que se nos apresentou, estamos prontos para afundar em desespero. Mas Jesus vem e amavelmente nos diz, na essência: ''Agora durma. Essa oportunidade está perdida para sempre e você não pode mudar. Mas, levante-se e sigamos em frente.'' Em outras palavras, deixe que o passado durma, mas permita-se dormir envolto nos suaves braços de Cristo, e sigamos decididos para o futuro invencível com Ele.

Haverá experiências semelhantes a essa durante a vida de cada um de nós. Enfrentaremos momentos de desespero causados por acontecimentos verdadeiros em nossas vida, e seremos incapazes de sair disto. Os discípulos, neste caso, tinham feito algo absolutamente errado e impensável -- foram dormir em vez de vigiarem com Jesus. Entretanto, nosso Senhor, aproximou-se deles e tomou a iniciativa contra o desespero deles e disse: ''Levantai-vos, vamos...'' Se formos inspirados por Deus, o que virá a seguir? Confiar absolutamente nele, e orar fundamentados em sua redenção.
 
Jamais permita  que as recordações das falhas do passado destruam sua iniciativa de dar o próximo passo.
 
 
(Extraído do Livro: ''Tudo para Ele'', de Oswaldo Chambers)